quinta-feira, novembro 04, 2010

Lobato comunista

A possível proibição do livro Caçadas de Pedrinho pelo Conselho Nacional de Educação, sob a a alegação de racismo, tem provocado muita polêmica, especialmente na internet. Mas é interessante lembrar que essa não é a primeira vez que tentam proibir os livros de Lobato. Na década de 1950, um padre bahiano acusou Lobato de comunista (o maior palavrão na época da guerra fria). Os livros só não foram proibidos porque houve protesto da criançada. Além disso, a maioria dos pais letrados daquela época havia crescido lendo o Sítio. Acima a capa do livro do padre. Fica o registro. E o alerta.

2 comentários:

  1. Postei Jeca Tatuzinho do Lobato no QA, da uma olhada.

    ResponderEliminar
  2. A campanha anti-Lobato segue com as cartas da revista Bravo. Estão querendo apagar o nosso homem da memória nacional à força.

    ResponderEliminar