quinta-feira, novembro 29, 2012

A qualidade da educação e o sistema de cotas

Uma pesquisa sobre educação realizada pela empresa Pearson, de materiais e serviços educacionais em 40 países colocou o Brasil na penultima colocação, ganhando apenas da Indonésia. Com professores que ganham uma miséria e são obrigados a trabalhar em diversas escolas, com a pouca atenção dada às bibliotecas e os problemas de infra-estrutura, é um resultado esperado. 
A pesquisa contrasta com as propaganda governamental, que diariamente nos diz na TV que a educação pública está melhorando. E uma dessas propagandas cita como exemplo de melhoria o sistema de cotas, que reservará 50% das vagas nas universidades federais para alunos de escolas públicas. De fato, é um absurdo que a Universidade pública acabe se tornando um reduto de filhos de ricos, em especial no caso dos cursos de ponta, como medicina. Mas reservar cotas sem fazer nada para melhorar os ensino fundamental e médio é como tentar consertar uma camisa podre com um pano novo. Não faz sentido.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.