terça-feira, agosto 11, 2015

Homem- animal

Homem-animal é, para mim, o melhor trabalho de Grant Morrison. Foi nesse número que ele mostrou que não estava escrevendo mais um quadrinho, mas algo especial. Exatamente no número 3 ele mostra que o personagem tem capacidades que os roteiristas nunca haviam imaginado, ao colocar o personagem captando o poder de regeneração de uma minhoca para recompor um braço (de certa forma, lembra Alan Moore no Monstro do Pântano, explorando o poder das plantas). Também nesse número a revista começa a falar da questão do uso de animais em experiências científicas e os mau-tratos contra esses animais, tema central da série.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.