domingo, outubro 18, 2015

Criticar Cunha é cristofobia?



Eu costumo perder amigos quando trato de assuntos polêmicos (prisão perpétua para serial killer, Monteiro Lobato nas escolas), mas nunca perco tanto quanto quando critico Malafaia, Feliciano e Eduardo Cunha, pessoas que transformaram a religião em projeto de poder. Parece que há uma blindagem ao redor deles e criticá-los e criticar seu projeto de poder é criticar todos os evangélicos. 

Criticar qualquer um deles é cristofobia.
Isso dá medo. Muito mais medo do que os palhaços pedindo ditadura militar (que, aliás, nem os militares levam a sério). 
Deixo o trailer de um filme para reflexão que mostra que algo parecido já aconteceu há muito tempo, na antiguidade.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.