sexta-feira, julho 27, 2012

Literatura Lado B discute ficção científica, fantasia, terror e quadrinhos

Está sendo disponibilizado no endereço www.literaturaladob.com.br o e-book Literatura Lado B, organizado por Denize Lazarin e Rodolfo Londero e publicado pela Editora da Unicentro. A antologia traz textos sobre ficção científica, terror, fantasia e quadrinhos.
O título refere-se ao fato desse tipo de literatura ter pouca visibilidade nos estudos acadêmicos. Geralmente o lado B é o que trazia as músicas menos conhecidos dos discos. Da mesma forma, são poucos os estudos sobre literatura de gênero no Brasil. “Ao privilegiar esse tipo de literatura, nossa coletânea pretende vislumbrar um novo campo literário, até então oculto: o lema é virar o disco, trocar a música. Nossa coletânea também procura construir esse novo campo em todos os níveis de pesquisa – graduação, pós-graduação e produção docente –, con¬tribuindo assim para uma visão abrangente do que atualmente se produz do outro lado acadêmico”, escrevem os organizadores na apresentação.
Veja o que pode ser encontrado no volume:

Denize Helena Lazarin discute o conceito de mashup no livro Orgulho e Preconceito e Zumbis.
Camila Mello mostra como as primeiras tentativas de teorizar sobre a origem do romance inglês, pautadas nos valores burgueses ascendentes e na noção de realismo formal, excluíram o gótico romanesco.
Elimara Rita Mota de Andrade e Marcia do Carmo da Silva fazem um estudo comparativo entre Drácula de Bram Stoker e a saga Crepúsculo de Stephenie Meyer.
Rodolfo Rorato Londero faz uma leitura alternativa de Os invasores de corpos e sua primeira adaptação cinematográfica, oferecendo uma interpretação feminista do filme.
Campo Ricardo Burgos López se detém especialmente nas obras que procuram responder o que haveria ocorrido se a história tivesse tomado caminhos distintos daqueles que realmente tomou.
Carlos Machado analisa como a escola e o professor são mostrados no cinema de ficção científica.
Elton Honores analisa a representação da moradia em três obras da literatura fantástica peruana: “La Granja Blanca” (1904), de Clemente Palma, “La casa” (1975), de José B. Adolph, e Casa (2004), de Enrique Prochazka.
Mary Anne de Mattos Witkowski explora o poder feminino em Sword of Truth, de Terry Goodkind, concentrando-se nas duas principais protagonistas desta fantasia medieval: Kahlan, a Confessora, e Cara, a Mord’Sith.
O roteirista de quadrinhos Gian Danton, aqui assinando como Ivan Carlo Andrade de Oliveira, explica como a teoria hipodérmica, segundo a qual a mídia é toda-poderosa e massificante, influenciou as principais distopias do século XX.
Por fim, Leilane Hardoim Simões e Edgar Cézar Nolasco analisam a obra de Will Eisner e mostra que também nos quadrinhos há um lado A (as graphic novels) e um lado B (as tiras de jornais).

SERVIÇO
Literatura Lado B
Organização de Denize Helena Lazarin e Rodolfo Rorato Londero
Editora da Unicentro
180 páginas
Para baixar: www.literaturaladob.com.br

Sem comentários:

Enviar um comentário