domingo, setembro 16, 2012

Gabriela

A novela Gabriela está valendo o registro.
Baseada no livro de Jorge Amado, essa nova versão tem conseguido bons níveis de audiência para o horário. O roteirista Walcyr Carrasco conseguiu dosar muito bem o humor e o suspense.
A produção conta com um grande elenco, entre os quais se destaca José Wilker, como Coronel Jesuíno e seu já famoso bordão “hoje eu vou lhe usar”, que virou meme na internet.
Uma curiosidade é que algumas das melhores tramas não se encontram no livro, como a da garota desonrada pelo noivo que vai parar no Bataclã.
Como nas outras novelas do autor, há várias situações de travestismos, especialmente de homens que precisam sair da casa de suas amantes ou do Bataclã. Pelo Jeito, Walcyr Carrasco é fã de Quanto mais quente melhor...
A direção de Mauro Mendonça filho, com super-closes e efeitos de iluminação, valoriza o trabalho dos atores.
A maioria das novelas de Carrasco vinha sendo dirigida pelo fraco Jorge Fernando, que mal e mal sabia dirigir humor - uma direção bem básica, no estilo plano-contraplano, sem qualquer trabalhoo mais elaborado de fotografia. Embora já fosse possível perceber o ótimo texto, nitidamente influenciado por Marcos Rey, dava a impressão de que o autor só sabia traballhar com humor.
Gabriela provou que se trata de um roteirista completo.  

Pelo jeito, o que faltava para Walcyr Carrasco era um bom diretor.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.