domingo, outubro 25, 2015

Governo de São Paulo libera 50 milhões para filme sobre Feliciano

Ao mesmo tempo que fecha escolas, o governo do estado de São Paulo liberou 50 milhões de reais para um filme sobre o deputado Marcos Feliciano.
O filme, cujo projeto foi montado pela equipe de campanha de Feliciano para promover sua candidatura ao Senado, não foi aprovado em edital, mas aprovado via decreto assinado pessoalmente pelo governador Geraldo Alckmin (decreto n. 2984.2015). Especula-se que o objetivo do governador tucano seja conseguir o apoio de Feliciano para uma possível candidatura para presidente em 2018.
O valor é tão alto que especula-se que não se trata de um documentário, mas de uma cinebiografia, com atores e que alguns já estariam sendo escolhidos.
Como a liberação não foi via edital, o valor foi retirado da área de educação, o que pode explicar o fechamento de escolas.

Esta notícia é obviamente falsa, assim como é falsa a informação de que Dilma liberou 843 mil reais para um documentário sobre Jean Willys (veja aqui), assim como é a falsa a informação de que Renato Aragão estaria fazendo um filme para difamar Jesus, assim como os ribeirinhos da margem esquerda do rio Solimões não estão comendo os ovos das tarturugas marinhas (veja aqui). Da mesma forma, Silvio Santos não mandou o SBT bater em Dilma até cair (veja aqui)
Verifique antes de compartilhar uma informação na internet. Em alguns segundos você facilmente consegue descobrir a verdade.
E lembre-se: compartilhar notícias falsas, mesmo que seja sobre alguém que você não gosta não faz de você um herói. Só faz de você um mentiroso.  

Sem comentários:

Enviar um comentário

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.