sexta-feira, outubro 07, 2016

O petróleo e o nacionalismo


Na primeira metade do século XX, Monteiro Lobato sonhou transformar o Brasil em uma potência econômica. 
Ao visitar os EUA, ele percebeu que o petróleo era a chave do desenvolvimento e, ao voltar ao Brasil, criou uma empresa para explorar o outro negro no nosso país. 
Foi aí que descobriu que a Shell estava comprando terras petrolíferas no Brasil como uma reserva própria de petróleo. 
E a Shell não queria concorrência: funcionários públicos e políticos recebiam para boicotar a empresa de Lobato.
Chegaram ao cúmulo de concretar um poço que estava vazando petróleo. Lobato chegou a ser preso por sua luta pelo petróleo.
Agora, quase 100 anos depois, a Shell finalmente conseguiu seu objetivo e, claro, graças aos políticos, a exemplo de Bolsonaro, que, apesar de alardear aos quatro ventos que é nacionalista, não hesitou um único momento ao votar a favor da entrega do nosso petróleo para a Shell. Certamente teria sido um dos que mandaram concretar o poço de petróleo de Lobato. Para algumas pessoas, ser nacionalista é apenas posar para foto ao lado da bandeira. 

Sem comentários:

Enviar um comentário

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.