quinta-feira, dezembro 08, 2016

Por que alunos da rede federal têm desempenho parecido com estudantes de países desenvolvidos

Organizada a cada três anos, a prova do Pisa (Programa Internacional de Avaliação de Alunos) é a principal avaliação de educação básica do mundo, e foca em alunos de 15 a 16 anos.
Divulgados na terça-feira (6), os dados de 2015 apontam que o Brasil ficou estagnado desde 2012 nas três áreas avaliadas: matemática, ciência e leitura. Isso mantém o país no grupo daqueles com uma nota bem abaixo da média.
A pesquisa é organizada pela OCDE (Organização para Cooperação e Desenvolvimento Econômico, que reúne países desenvolvidos), e avalia também nações que não são integrantes da entidade, como o Brasil.
O mau resultado no quadro geral é apenas uma das leituras possíveis. A comparação do desempenho entre os alunos brasileiros evidencia que há um outro problema a ser enfrentado pelo país: a desigualdades dos sistemas de ensino brasileiro. Leia mais

Sem comentários:

Enviar um comentário

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.