domingo, janeiro 22, 2017

Conhecimentos não-científicos

Durante muito tempo, o conhecimento científico foi tido como o único tipo de conhecimento válido. A frase “isso não é científico” virou sinônimo de “isso não é verdadeiro”.
         Filósofos recentes têm procurado resgatar a necessidade de valorizarmos os mais variados tipos de conhecimento, pois eles são complementares ao científico.
         Edgar Morin, um dos mais importantes pensadores de nossa época, com obras na área de educação, metodologia e comunicação, é um dos mais severos críticos da supervalorização da ciência e de sua compartimentação em disciplinas estanques. Para ele, os diversos conhecimentos devem dialogar entre si.
Não se trata de querer dizer que o conhecimento teológico, por exemplo, é do mesmo tipo do científico, mas de demonstrar a importância de cada um desse tipos de conhecimento.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.