domingo, janeiro 29, 2017

O conhecimento científico

Durante muito tempo as bases metodológicas lançadas por Descartes e Newton foram suficientes, mas no final do século XIX ficou claro que era necessária uma melhor definição para a pergunta: “O que é ciência?” Havia uma necessidade urgente de diferenciar a ciência da pseudociência.
O século XX foi palco de uma apaixonada discussão sobre o que é ciência, quais são suas características e sua relação com os outros tipos de conhecimento.
Os pensadores que exploraram o tema discordam entre si e há até aqueles que defendem que um método científico é impossível. Outros têm denunciado a ideologia por trás do método científico, tais como Edgar Morin e Hebert Marcuse, que acusam a ciência e a tecnologia de promoverem a transformação do homem em coisa e a compartimentação do saber.
Outros apresentam propostas que discordam completamente do que a maioria entende por ciência. Exemplo disso é a gonzologia, uma corrente de pensamento influenciada pelo jornalismo gonzo. Para esses pensadores, a única metodologia possível dentro da ciência é a observação participante.

Entretanto, a noção que se tem hoje do conhecimento científico é influenciada pelos pontos de vista do Círculo de Viena e dos pensadores Karl Popper e Thomas S. Kuhn pela importância de suas propostas epistemológicas.

Sem comentários:

Enviar um comentário