terça-feira, março 07, 2017

Como Hitler chegou ao poder?

Em 1932, a depressão se agravava cada vez em decorrência da queda na bolsa de valores. Havia 6 milhões de desempregados e a violência nas ruas se tornou comum. O general Hindenburg foi convencido por amigo a se candidatar mais uma vez à presidência e venceu Hitler por uma estreita margem de votos. O partido nazista já havia se tornado dominante em toda a Alemanha.
O general Hindenburg dizia que não queria “transformar esse cabo austríaco em chanceler”, preferindo alguém seguro e civilizado. Assim, ele nomeou para chanceler Franz von Papen, um aristocrata rico e elegante. Mas a força política dos nazistas eram grande demais para ser desprezada e o governo ofereceu o cargo de vice-chanceler a Hitler, que recusou. Ele queria o poder supremo, ou nada.
Hitler usou a imprensa nazista para atacar o novo chanceler e seu “ministério de barões”. Foi uma ataque tão brutal que Papen se viu forçado a renunciar. Hitler não aceitou o seu sucessor, Kurt von Schleicher. O governo foi obrigado a abaixar a cabeça e, humildemente, perguntar a Hitler o que ele queria. Ele queria a chancelaria. Os governistas concordaram, com a condição de que Papen continuasse como vice-chanceler.
Em 30 de janeiro de 1933 o velho general Hindenburg nomeou o cabo austríaco no cargo mais importante de toda a Alemanha. O nazismo chegara ao poder.


Sem comentários:

Enviar um comentário

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.