quarta-feira, maio 03, 2017

Por que o Brasil não entrou na guerra ao lado dos nazistas?

O ditador brasileiro Getúlio Vargas sempre teve grande simpatia pelos movimentos fascistas. Além de compartilhar idéias autoritários, o Brasil de Vargas matinha ótimas relações comerciais com a Alemanha. Na década de 1930 esse país virou o segundo maior mercado para produtos brasileiros. Em 1936 militares treinaram com a Gestapo, a polícia política de Hitler. Então por que o Brasil não apoiou o Eixo? A espionagem inglesa foi a responsável por essa reviravolta. Os ingleses forjaram uma carta que mudaria os rumos da nossa história ao sugerir que Hitler e Mussolini ridicularizavam Vargas e o povo brasileiro.
Na época operava no Brasil a companhia aérea Lati, de origem italiana e que abastecia a rede de espionagem nazista no país. Os ingleses roubaram uma carta do presidente da Lati, general Aurélio Liotta, para identificar a tipografia da máquina que ele usava. Então foi escrita uma outra carta, reproduzindo exatamente até o carimbo do general.
O destinatário da carta era Vicenzo Coppola, presidente da Lati. O conteúdo era bastante ofensivo, chamando Vargas de covarde. Em determinado ponto, o povo brasileiro era chamado de macaco.

Como fazer com que a carta chegasse a Vargas? Para isso foi contratado um ladrão, que efetuou um roubo na casa de Coppolo. O assalto foi amplamente divulgado pela imprensa. Algum tempo depois um homem, identificando-se como o assaltante, procurou a sucursal da United Press, agência norte-americana de notícias, e entregou a carta. Bastou isso para que o ditador brasileiro soubesse da história e ficasse uma fera. Pouco tempo depois o Brasil entrava na guerra ao lado dos aliados.  

Sem comentários:

Enviar um comentário

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.