domingo, agosto 06, 2017

Quem foi Julius Streicher?


Julius Streicher foi um militar e jornalista nazista, cujo jornal, o Der Sturner seria um dos principais elementos da máquina de propaganda hitlerista e de difusão do anti-semitismo. Ele chegou a publicar até mesmo um livro infantil, O cogumelo venenoso, como forma de difundir o ódio aos judeus entre as crianças germânicas.
Streicher nasceu em Augsburgo, na Baviera. Era filho de um professor católico. Ele foi professor primário até se incorporar ao exército alemão. Durante a primeira guerra, recebeU a cruz de ferro.
Quando a guerra acabou ele se envolveu com o anti-semitismo até que, em 1919 ajudou a criar a Wistrich, uma organização anti-semita que depois iria se integrar ao partido Nazi.  
Em 1923 criou o jornal Der Sturmer, que seria um dos principais veículos das idéias racistas do III Reich. O jornal chegou a ter uma tiragem de 800 mil exemplares.
As matérias do jornal difundiam preconceito, como os de que os judeus eram responsáveis pela depressão, ou que os judeus eram cafetões, que controlavam 90% das prostitutas alemãs.
Sua postura anti-semita fez com que ele se tornasse amigo de Hitler, amizade que iria continuar mesmo depois de uma briga com Hermann Goering por causa de matérias publicadas em seu jornal.

Quando acabou a guerra, Streicher foi preso e condenado à morte. Suas últimas palavras foram: "Heil Hitler".

Sem comentários:

Enviar um comentário

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.