sexta-feira, outubro 14, 2011

Zumbi: mundo dos mortos



Terror, Suspense e Humor Negro em um mundo dominado pelos Mortos-Vivos!

Caos, horror e morte! Monstros apodrecidos à solta pelas ruas. A sociedade moderna à beira da destruição! Se os mortos saíssem de suas covas, a humanidade enfrentaria seu fim?

Produzida na Inglaterra pela editora Accent UK, a coletânea Zumbis: Mundo dos Mortos lança um olhar peculiar sobre os mortos-vivos, em histórias em quadrinhos inusitadas e inovadoras, cheias de momentos aterrorizantes, dramáticos, cômicos e trágicos em meio à luta pela sobrevivência.

Essas elogiadas histórias foram produzidas por alguns dos nomes mais aclamados da nova geração de quadrinistas ingleses, como Dave West e Marleen Lowe (O Que Aconteceu ao Homem mais Rápido do Mundo?), Leah Moore e John Reppion (Doctor Who, Sherlock Holmes), David Hitchcock (Madame Samurai),Kieron Gillen (Thor, X-Men), Andy Bloor (The Wolfmen) e Colin Mathieson(Zulu). Lançada em 2007 no Reino Unido, a coletânea logo se tornou sucesso de público e crítica, com tiragens que esgotaram-se rapidamente.

Para a edição brasileira, a Gal editora ganhou autorização para incluir histórias de quadrinistas nacionais, que exploraram o tema dos Mortos-Vivos com grande talento e humor:

"Zombie Talk": enquanto se preparam para a Zombie Walk, dois amigos conversam sobre filmes com Mortos-Vivos. Por Gustavo Daher, autor dos Toscomix.

"Meu Amigo Zumbi": o estranho e divertido relacionamento entre um garoto distraído e um Morto-Vivo que invade sua casa. Por Fábio Perez, ilustrador da RevistaRecreio.

"Pagando o Pato!": num mundo habitado por personagens de quadrinhos e desenhos animados, dois mercenários enfrentam uma perigosa missão numa cidade infestada por zumbis. Por Maurício Muniz, roteirista do projeto de animaçãoProcura-me, e Alvaro Omine, desenhista de Didi e Lili e Como ser Bom de Papo.

A edição também traz ilustrações de Danilo Beyruth (Bando de Dois), Affonso Solano (Matando Robôs Gigantes) e da dupla Antônio Santos e Cláudio Murena, do estúdio Camucada. A capa tem desenho de Alvaro Omine e Logotipo edesign de Andy Bloor, diretor de arte da editora Accent UK.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.