terça-feira, Julho 17, 2012

Sebos de Belém

Passei alguns dias em Belém e, como sempre, fiz questão de visitar os sebos prediletos. Fiquei surpreso com o sebo da Pedreira, do seu Antônio, que melhorou muito. Olhando o material que comprei, tive a ideia de fazer uma série com indicações de sebos de cidades por onde passo, com endereços e características. Começo aqui com os sebos do Seu Antônio e do Seu Zé, os melhores de Belém, na minha opinião.

Sebo do Seu Zé

Dessa vez comprei pouco porque já tinha feito a limpa na última vez que fui lá, quando comprei mais de uma dezena de graphic novels. O forte do sebo são os quadrinhos a preços baixos e a simpatia do Seu Zé, que sabe vender e conhece os clientes. Para ter uma ideia, mesmo sem saber se eu iria em Belém, ele guardou uma sacola de graphic novels para mim. É visita obrigatória para quem gosta de quadrinhos. Fica entre o mercado de São Brás e o colégio Berço de Belém.

Sebo do Seu Antônio Fica no bairro da Pedreira, perto da Y Yamada e do Banco do Brasil. Tem poucos quadrinhos, mas muitos livros e principalmente coleções. Comprei esse volume sobre o Barroco em capa dura, mais dez volumes dessa coleção Gênios da Humanidade, escrita por Isaac Asimov, que eu nem sabia que existia. Comprei também esse volume encadernado de um livro de Dickens e o livro 100 dias que abalaram o mundo. Preços muito bons. 
Algumas das aquisições feitas no sebo da Pedreira.

Sem comentários: