quinta-feira, janeiro 17, 2013

Sem chororô

Prefeito Clécio Luís (PSOL), de Macapá,  decretou hoje estado de emergência na saúde, administração, finanças, manutenção urbanística e parque zoobotânico.
Clécio recebeu de seu antecessor uma prefeitura arrasada, com dívidas a perder de vista – pelo que pode apurar até agora a dívida já chega a R$ 245 milhões -, prédios em condições precárias, instalações elétricas e hidráulicas engalhicadas, unidades de saúde sem a mínima condição de funcionamento, tanto pelo estado físico dos prédios como pela falta de medicamentos, equipamentos e recursos humanos. Aliás, os medicamentos e equipamentos que deveriam servir à população foram jogados aos ratos e baratas em depósitos imundos como este blog mostrou semana passada.
Os telefones da Prefeitura estão cortados por falta de pagamento, não há internet, não há carros (uns foram retirados por falta de pagamento do aluguel, outros estão sucateados e servindo de criadouros de mosquito da dengue em galpões).  A folha de pagamento é um escândalo e há suspeita de fraudes na folha, na contratação de serviços e licitações. Leia mais no blog da Alcinea Cavalcante.

Ps: Quem não é de Macapá se espanta com a quantidade buracos na cidade. Tem buraco aqui que já vai fazer bodas de ouro. Esse é apenas um dos problemas que o prefeito terá que enfrentar. São muitos.

Sem comentários:

Enviar um comentário