sábado, dezembro 26, 2015

Os golpes do regime militar

O regime militar não foi só um golpe contra a democracia, mas também contra muitos consumidores. 
Há pelo menos dois casos de golpes. Curiosamente, a minha mãe foi vítima dos dois. 
O primeiro deles foi a caderneta de poupança Delfin, criada por um apadrinhado do regime militar, que simplesmente fechou sem pagar seus acionistas. 
O outro foi o Montepio da Familia militar. 

Durante o regime militar a aeronáutica começou a vender um plano de previdência para civis como forma de conseguir dinheiro. Minha mãe foi uma das pessoas que aderiram, achando que teria uma aposentadoria a mais, garantida. Pagou durante 10 anos o que seria hoje o equivalente a 50 reais por mês, ou mais. 
No final, o que recebeu era menos que uma passagem de ônibus. 
Ou seja: era um golpe. 
Pesquisei na internet e descobri várias outras pessoas que foram vítimas. Pagaram durante anos e não receberam nada ou quase nada. 

Segundo a Wikipédia, o Montepio da Família Militar, o MFM, foi um sistema de previdência criado por militares na década de 1960 e que chegou a ter 130 mil associdados.
Provavelmente 130 mil pessoas que não receberam seu dinheiro de volta, como foi o caso da minha mãe.  
Claro, ninguém reclamou. Quem, em sã consciência iria reclamar de um plano da aeronáutica em pleno regime militar?
E, claro, nenhum militar nunca foi preso por causa do golpe.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.