quarta-feira, novembro 30, 2016

Chaplin e a paranóia anti-comunista


Chaplin foi uma das maiores vítimas da paranóia anti-comunista que tomou conta dos EUA no final da década de 40 e início da década de 1950. O FBI considerava que filmes como "O garoto", "Tempos modernos" e "O grande ditador" eram propaganda comunista. 
Chaplin teve que fugir para a Inglaterra para não ser preso.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.