quarta-feira, fevereiro 22, 2017

O que fazia de Hitler um grande orador?

Assim que entrou para o Partido dos Trabalhadores Alemães, Hitler foi imediatamente eleito para o comitê executivo. Como o  partido não tinha dinheiro, nem visibilidade, Adolf resolveu arriscar tudo, colocando todo o caixa do partido (7 marcos) em um anúncio para a próxima reunião.
Compareceram 70 pessoas, um recorde absoluto para um partido pequeno. Hitler discursou por meia hora e foi aplaudido entusiasticamente. Foi o bastante para que o partido recebesse 300 marcos de doação.
Com o tempo seus discursos começaram a se tornar uma atração em Munique, fazendo com que os quadros do partido aumentasse substancialmente. Era possível cobrar até ingressos em reuniões em que ele discursasse.
O segredo do Hitler era usar um fervor e uma honestidade hipnótica. Na época a maioria dos oradores costumava ser grave e retórica. Hitler acabou com essa formalidade. Ele conseguia provocar uma explosão de risadas com suas zombarias sobre os inimigos para, logo em seguida, criar uma atmosfera pesada. Seus discursos podiam despertar piedade, terror, orgulho e indignação.
Ele falava com propriedade da humilhação de um povo derrotado, pois essa era uma emoção que ele conhecia.

Seus discursos, no entanto, não tinham muitos fatos ou lógica. Eles simplesmente provocavam um topor sobre a platéia, adormecendo a razão e acordando as emoções. 

Sem comentários:

Enviar um comentário