segunda-feira, maio 29, 2017

O invencível Punho de Ferro


No começo dos anos 70 o ocidente foi invadido pelo cinema de Hong Kong. O astro da pancadaria e filosofo Bruce Lee,  era a cabeça de ponte da invasão chinesa dos cinemas ocidentais.
De olho no filão, a Marvel Comics lançou   em Marvel Premiere #15,  de maio de 1974,  o personagem Punho de Ferro. Criado por Roy Thomas e Gil Kane o personagem se chamava  Daniel Rand  filho de empresário norte-americano Wendell Rand que descobriu a mística cidade de Kun Lun. A cidade só se manifestava na Terra a cada 10 anos, e quando Daniel estava com 9 anos, ele, seus pais e o sócio Harold Meachum partiram em uma nova expedição para procurá-la.
Após matar  os pais de Daniel, Harold voltou para tomar os negócios de Rand. O garoto consegue sobreviver, mas vaga perdido até encontrar a cidade, e, ao expressar seu desejo de vingança contra Harold, é treinado em artes marciais. Após 10 anos, quando a cidade volta a aparecer na Terra, Daniel, agora transformado no Punho de Ferro (Seu poder era concentrar sua força interior em um dos punhos, o tornando duro como ferro daí seu nome), volta à civilização para concretizar a sua vingança.
O personagem teve uma fase de sucesso quando foi produzido  pela então promissora dupla de artistas John Byrne (desenhos)  e  Chris Claremont ( roteiros). Essa dupla entraria para a historia  pela famosa série de histórias dos X-Men. Depois de algumas histórias solo (publicadas no Brasil pela editora Bloch em revista própria e depois pela Ed Abril em Herois da TV), Punho de Ferro teve a sua revista fundida com a de outro herói, Luke Cage o herói de aluguel” numa fase sem muito sucesso. Com a saída de Byrne, a revista foi cancelada.

Depois de anos como coadjuvante, o Punho de Ferro voltou aos planos da Marvel. Ganhou uma nova chance muito elogiada  pelas mãos do ótimo roteirista Ed Brubaker e o competente desenhista David Aja. Existem até planos para um filme do personagem.

Texto escrito em parceria com Jefferson Nunes. 

Sem comentários:

Enviar um comentário

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.