quarta-feira, maio 17, 2017

O uivo da górgona - parte 55


55
Os minutos passavam. O grupo ficara do lado de fora, atento e apreensivo. Estavam totalmente expostos e, embora o som da horda se mostrasse cada vez mais próximo, era impossível identificar exatamente de onde vinha. Poderiam ser surpreendidos a qualquer momento.
De repente, o carro deu um estalo e, miraculosamente, funcionou. Edgar nunca se sentira tão feliz em ouvir um som como aquele.
- Vamos, entrem, deixem que eu dirijo! – disse Jonas.
Edgar sentou-se no banco traseiro, Sofia em seu colo. Ela estava fria, mas ao menos o sangue parara de molhar o pano.
- Para onde vamos? – perguntou.
- Vamos pra um local em que teremos comida, farmácia e proteção...
O grupo fez silêncio. Do que ele estaria falando?
- Vamos para o shopping.
- Para o shopping? – repetiu Alan.
- Que outro local poderia ser melhor? Lá teremos tudo que precisamos, inclusive proteção. E na sala de cinema devemos conseguir até mesmo isolamento acústico.
- Mas o local deve estar repleto de zumbis...
- Não acredito. Quando a coisa toda aconteceu, o shopping já estava fechado. No máximo encontraremos um ou outro guarda, mas é possível que ele esteja normal.
- E como vamos entrar?
- Eu sei de uma entrada.

Edgar segurou mais firme a garota contra si e apertou o corte. Enquanto isso pensava em Jonas: onde ele aprendera a fazer ligação direta em um carro, onde aprendera essa entrada secreta?

Sem comentários:

Enviar um comentário

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.