quinta-feira, maio 25, 2017

Quem eram os três grandes?


Três grandes foi como a imprensa apelidou os líderes mundiais que se uniram contra o nazismo. Eram Franklin Roosevelt, presidente dos EUA, Winston Churchil, pelo Império Britânico, e Joseph Stalin, líder da União Soviética.
Os três juntos contralavam um território de 55 milhões de quilômetros habitado por um terço da população terrestre. Stalin dizia que eram um clube fechado no qual só entrava quem tivessem mais de cinco milhões de soldados.
Os três se encontraram pela primeira vez em novembro de 1943. Esse primeiro encontro havia sido postergado ao máximo por Stalin, que não estava em guerra com o Japão e temia uma retaliação desse país. Essa decisão acabou ajudando-o, pois quando eles finalmente se sentaram para conversar, os russos estavam botando para correr os alemães, o que lhe dava grande poder de barganha.
A primeira discussão do encontro foi sobre a Polônia. Churchil queria uma Polônia livre, com regime democrático e argumentava que a Inglaterra entrara na guerra justamente para defender a Polônia. Stalin deixou claro que, por questão de segurança, queria o poder sobre o país. Na verdade, não havia muito o que discordar, pois as tropas soviéticas já estavam tomando a Polônia.

Nessa primeira reunião, Roosevelt propôs a tese de rendição incondicional. Em outras palavras, os alemães não poderiam exigir nada em troca da rendição. Os outros dois aceitaram essas condições. Combinaram também em fornecer armas para a resitência iuguslava. Churchil presentou Stalin com uma espada cravejada de jóias, homenagem pela vitória em Stalingrado. Também ficou acertado que Inglaterra e EUA criariam uma frente ocidental na Europa, o que deu origem ao dia D.  

Sem comentários:

Enviar um comentário

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.