quinta-feira, dezembro 12, 2013

Fotos podem mentir

Em minhas aulas de Teoria do Jornalismo costumo falar sobre o caráter subjetivo da fotografia (ancorado nas ideias de Roland Barthes). Há um motivo: a teoria do espelho, primeira teoria do jornalismo, dizia que o jornalista deveria ser como o fotógrafo, que apenas registra, de maneira objetiva, a realidade. Hoje, sabe-se que a fotografia, modelo da objetividade jornalística, também é subjetiva. Um exemplo disso foram as fotos recentes do presidente norte-americano Obama, sua esposa e a primeira ministra da Dinamarca. As fotos, publicadas em diversos veículos, davam a entender que ocorrera um episódio de ciúmes da primeira-dama norte-americana. Agora, o autor das fotos veio a público declarar que as fotos foram mal-interpretadas e que, na verdade, a primeira dama norte-americana estava momentos antes, conversando animadamente com a primeira ministra. "Seu olhar severo foi capturado por acaso". Leia mais sobre o assunto aqui e aqui.

Sem comentários:

Enviar um comentário