sexta-feira, janeiro 29, 2016

O caminho da moderação


Buda dizia que devemos trilhar o caminho do meio. Epicuro dizia que a felicidade estava na busca da moderação. Uma boa refeição é prazer, mas se eu comer demais terei uma indigestão. Por outro lado, quem passa fome, morre. O ideal é comer o suficiente, com moderação.
A moderação é o caminho para a felicidade. Sair do caminho do meio é a receita de desastre, de infelicidade.
No Brasil de hoje parece cada vez menos pessoas trilham o caminho do meio, especialmente quando se trata de política. Vejo de um lado o radicalismo cego de esquerda, do outro, o radicalismo cego da direita.
De um lado gente comentando a foto de Herzog enforcado e dizendo que torturam pouco (sim, vi isso numa página de fãs do Bolsonaro). Do outro, gente do movimento negro entrando em sala de aula de uma universidade e dizendo que os alunos lhes devem até a alma.
A história já registrou momentos em que países deixaram de trilhar o caminho do meio. Itália sob o regime fascista. A Alemanha sob o regime nazista. A Rússia sob o regime stalinista. Esse foi um dos períodos mais negros da história humana.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.