terça-feira, junho 13, 2017

O uivo da górgona - parte 69


69
Edgar sentia como se o seu pulmão fosse estourar. Estava fora de forma, mas mesmo assim, corria com toda a sua força e determinação.
Podia ouvir lá atrás o gemido úmido da horda, mas não sabia dizer se estavam atrás dele ou não. Tudo que importava agora era o portão de vidro, que dava acesso aos andares superiores. Precisava alcançá-lo a qualquer custo.
Sua visão falhou, talvez resultado do esforço e, em algum momento, a perna direita se dobrou, ameaçando derrubá-lo.
Ainda assim, ele continuou correndo.
Quantos metros faltavam? Dez, quinze? Pelo esforço que exigia dele parecia um quilômetro.

Então, quando já estava próximo o bastante, viu Jonas. Ele estava lá, do outro lado, seguro atrás da porta, mas havia algo estranho. Ele colocara uma barra de madeira no batente de vidro. Tinha fechado a porta, para impedi-lo de entrar! 

Sem comentários:

Enviar um comentário

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.