quarta-feira, junho 14, 2017

Arquivo X


Arquivo X foi mais do que uma série de TV. Foi uma febre e que dominou o  mundo nos anos 1990.
O seriado surgiu do interesse do produtor Chris Carter, que até então vinha apenas fazendo séries cômicas para a Disney, de produzir algo sério e sombrio. Suas inspirações era a série Kolchack, os filmes todos os homens do presidente e Silêncio dos inocentes. Outra influência foi o seriado Twin Peaks, dirigido pelo polêmico David Linch.
Um fato real serviu de base para o piloto: uma pesquisa segundo a qual quase quatro milhões de norte-americanos diziam ter  sido abduzidos por extraterrestres.
Assim, o arquivo X é uma divisão do FBI que investiga casos bizarros, como abduções alienígenas, vampiros, lobisomens, pessoas com poderes especiais. Os  protagonistas são figuras antagônicas: a agente  Dana Scully só acredita no que tem comprovação científica. Já Fox Molder é alguém que coloca um cartaz em sua sala com os dizeres: “Eu quero acreditar”.
O clima de paranoia do seriado ficou bem caracterizado pelas frases de efeito que viraram verdadeiros slogans do seriado, como a verdade está lá fora ou não confie em ninguém.

O seriado estreou em setembro de 1993 e continuou até maio de 2002. No Brasil foi exibido com muito sucesso pela Record. 

Sem comentários:

Enviar um comentário