sexta-feira, maio 15, 2009

Patrocinadores se despedem e atiram na Globo

Assim como a Finasa já havia feito no mês passado, a Unisul encerrou na segunda-feira o patrocínio ao projeto de vôlei profissional que leva seu nome. Em comum, os dois têm o fato de publicamente responsabilizarem a Rede Globo, entre outros fatores, pela decisão. Afinal, gastam quantias vultosas em apoio ao esporte e, na hora de comer o filé mignon, o canal de televisão mais popular do País mutila o nome das equipes para não citar marcas. Leia mais

Comentário: Além de não dizer o nome da equipe para não citar a empresa patrocinadora, a Globo desfoca cenários, camisas, bonés, tudo para não permitir a publicidade não paga. A Globo se defendeu com a desculpa de que faz isso para não confundir jornalismo com publicidade. Mas, se fosse assim, a Globo deveria também tirar seus anúncios dos eventos esportivos, já que eles, segundo a emissora, são jornalísticos, não publicitários. Realmente, essa política da Globo é complicada até na área de cultura. Quando morava em Curitiba, já vi eventos culturais serem divulgados sem o nome do local em que acontece para não divulgar de graça uma empresa (uma livraria, por exemplo) ou uma instituição. Qual será a estratégia das equipes de vôlei? Não deixar os jornalistas da Globo entrarem das entrevisas coletivas? Com a Record subindo no IBOPE, isso é um perigo.

1 comentário:

anareis disse...

Estou fazendo uma campanha de doações para meu projeto da minibiblioteca comunitária e outras atividades para crianças e adolescentes da minha comunidade carente aqui no Rio de Janeiro,preciso da ajuda de todas as pessoas de bom coração,pode doar de 5,00 a 20,00, Doações no Banco do Brasil agencia 3082-1 conta 9.799-3 Que DEUS abençõe todos nos.Meu e-mail asilvareis10@gmail.com